Eventos Técnicos

14.05.2018 a 18.05.2018 - 27º Curso prático de produção de abelhas rainhas
De Segunda-feira 14 Maio 2018 -  07:00
Até Sexta-feira 18 Maio 2018 - 17:00
Visualizações : 262

 

Resumo: Trata-se de um treinamento prático com emprego de técnicas atualizadas em produção de abelhas rainhas africanizadas (Apis melífera), onde o know how desenvolvido e aprimorado dentro da Instituição é repassado aos apicultores.

A criação de rainhas é um dos importantes passos na transformação da apicultura tradicional em outra mais competitiva e lucrativa. A renovação metódica de rainhas de boa procedência, utilizada como técnica, com fim econômico, de forma racional, séria e sistemática é de fundamental importância para o aumento da produtividade. No Brasil, a despeito da tradição e da extensão de sua apicultura esta especialidade não é muito desenvolvida. O clima tropical e a facilidade de renovação natural a partir de colônias ferais, obtidas diretamente da natureza, são frequentemente apontados como justificativas pelos produtores que assumem como secundária a adoção de tal tecnologia. Desde 1986 o Projeto de produção de rainhas, desenvolvido na área de Pesquisa em Apicultura do Polo Regional Vale do Paraíba apresentam respostas, para numerosas questões, que envolvem este assunto.

Coordenação: Erica Weinstein Teixeira – Pesquisadora Científica – APTA/SAA- Pindamonhangaba-SP

Maria Luisa Teles Marques Florencio Alves– Pesquisadora Científica – APTA/SAA- Pindamonhangaba-SP

Realização: Polo Regional do Vale do Paraíba – Pindamonhangaba

Público Alvo: Produtor Rural

Nº de vagas: 3 (Preenchidas)

Apoio: nihil

Informações: E-mail: apicultura@apta.sp.gov.br/nitc-vp@apta.sp.gov.br

Telefone: (12)3642-7822

Local: Polo Regional Vale do Paraíba – Setor Apicultura, Av. Prof. Manoel Cesar Ribeiro, 1920 - Pindamonhangaba

Programação:

Horário: 07h00 às 11h00 – 13h00 às 17h00

  • Criação de rainhas pelo método de Doolittle: confecção de cúpulas e preparo de barras portas-cúpulas; manejo e formação de recrias; obtenção de larvas para a criação de rainhas; transferência de larvas; introdução das enxertias na recria; manejo das realeiras maduras; revisão e manutenção de matrizes, recrias e colméias de apoio; introdução de rainhas virgens e fecundadas; coleta e marcação de rainhas fecundadas; embalagem de rainhas para o envio pelo SEDEX; alimentos e alimentação do sistema de produção de rainhas; cronograma das operações de criação de rainhas, divisão de enxames; formação de núcleos; produção subsidiária da geleia real utilizada na criação de rainhas: preparo de cúpulas e quadros para produção de geleia real; enxertia e coleta de geleia real.
  • Sanidade apicola