×

Observação

There is no category chosen or category doesn't contain any items

Secretário de Agricultura de SP conhece unidades de pesquisa da APTA em Colina, Sertãozinho e Descalvado

 

Itamar Borges ouviu as demandas de pesquisadores e técnicos e viu de perto a importância dos trabalhos desenvolvidos pela APTA Regional, IZ e IB

Finalizando sua primeira semana como secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Itamar Borges, visitou três unidades de pesquisa ligadas à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), localizadas em Colina, Sertãozinho e Descalvado. As visitas ocorreram em 5 de junho e foram acompanhadas pelo secretário executivo da Secretaria, Francisco Matturro, pelo coordenador da APTA, Sergio Tutui, além de diretores, pesquisadores e técnicos das unidades de pesquisa da Secretaria.

De acordo com Borges, a pandemia do coronavírus mostrou para todos a importância da pesquisa científica, não apenas na área da saúde, mas em diversos setores. “O reconhecimento à pesquisa estava adormecido, mas a Covid-19 mostrou o valor desse trabalho, por isso, nada mais justo que finalizar minha primeira semana à frente da Secretaria de Agricultura, conhecendo e ouvindo as demandas de nossas unidades de pesquisa. Quero buscar caminhos com vocês para amenizar os desafios enfrentados. Nossa Secretaria é rica em conhecimento, tecnologia, inovação, melhoria e avanços na agricultura, pecuária e em todo o setor agro”, afirmou Borges.

O dia iniciou na APTA Regional em Colina, local reconhecido nacionalmente como o berço do Boi 7.7.7, uma tecnologia voltada à pecuária de corte que preconiza a produção de gado em tempo 30% menor e permite que os produtores alcancem novos mercados, como o chinês. A unidade de pesquisa desenvolve também trabalhos na área de grãos, fruticultura, seringueira, bovinocultura de leite e equideocultura, fornecendo cavalos para a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, considerados hoje os melhores cavalos de polícia do Brasil.

“Outro trabalho relevante que temos feito aqui é relacionado às fêmeas, uma vez que o Brasil tem em seu rebanho mais de 100 milhões de fêmeas e elas são muitas vezes deixadas de lado pelos produtores. Nossas pesquisas mostram que a boa nutrição das vacas no período de gestação gera animais mais produtivos, com pelo menos uma arroba a mais do que quando não recebem uma alimentação adequada. Isso significa mais de R$ 300 reais por animal. A APTA Regional de Colina desenvolve pesquisas de ponta para todo o setor produtivo e sempre buscamos parcerias para a manutenção e desenvolvimento desses trabalhos”, explicou Gustavo Rezende Siqueira, pesquisador da APTA.

Itamar seguiu para o Centro de Bovinos de Corte do Instituto de Zootecnia (IZ), localizado em Sertãozinho. A unidade é referência no Brasil e no exterior no melhoramento genético de bovinos, sendo que 70% do rebanho de gado Nelore do Brasil possui de alguma forma a genética IZ. O Secretário conheceu também as pesquisas em nutrição, genômica, reprodução animal, emissão de gases de efeito estufa e fermentação ruminal.

“Quando os trabalhos de melhoramento genético em Nelore começaram no IZ, em 1976, a média da idade do abate era de quatro anos. Nossa meta é baixar esse tempo e hoje temos gados sendo abatidos com 24 meses. O melhoramento genético evoluiu muito ao longo dos anos. Antes ele era visual, depois passou para as provas de ganho de peso, modelo animal e genômica. O IZ atua nessas quatro frentes”, explicou Renata Branco Arnandes, pesquisadora do IZ e diretora do Departamento de Gestão Estratégica da APTA.

O dia foi finalizado no Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio Avícola do Instituto Biológico (IB), em Descalvado, formado por laboratórios estratégicos para a importação e exportação de materiais avícolas pelo Brasil. Com credenciamento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e acreditação na norma internacional 17025, relacionada à qualidade, hoje, o espaço realiza mais de 200 mil diagnósticos e análises microbiológicas de alimentos, como matéria prima e rações para animais.

“Essas análises laboratoriais são fundamentais para que o Brasil seja o maior exportador de carne de frango do mundo e são essenciais para a segurança da população, já que algumas doenças avícolas são zoonoses, ou seja, causam problemas na saúde das pessoas”, explicou Ana Eugênia de Carvalho Campos, diretora geral do IB. Outro trabalho importante desenvolvido no local são as análises para atestar a sanidade das galinhas da Pluma Agroavícola e da Globoaves, empresas fornecedoras de ovos controlados ao Instituto Butantan. Os ovos são usados para a produção da vacina da gripe e da ButanVac, vacina nacional em fase de desenvolvimento contra a Covid-19.

As visitas também foram acompanhadas por vereadores, prefeitos, deputados e demais lideranças municipais e estaduais como o prefeito de Colina, Dieb; o vice-prefeito Sérgio Campanholi; os vereadores do munícipio Evonei Fernandes, Antonio Muniz, Beto Lima, José Afonso, Professor Montanha e Christovam Junqueira (Limão); o secretário de Indústria, Comércio e Agricultura de Colina, René Sasaki; o líder regional do município, Biguri; o prefeito de Monte Azul Paulista, Marcelo Otaviano; e Paulo Marques, assessor do deputado Baleia Rossi.

Em Sertãozinho, participaram da visita o deputado federal Baleia Rossi; o deputado estadual Leo Oliveira; o prefeito de Sertãozinho, Dr. Wilsinho; o secretário de Meio Ambiente e Agricultura do município, Ivan de Oliveira Mello; e os vereadores Babá da Farmácia; Cassia do Mercado, William Domingos e Firmo Ulian. Já em Descalvado, Itamar foi acompanhado pelo prefeito de Descalvado, Antonio Carlos Reschini; do vice-prefeito Regivaldo Rodrigues da Silva; do presidente da Câmara Municipal, Pastor Adilson; do vice-presidente Ismael Franceschini; do vereador Vagner Basto; da diretora de Agricultura do munícipio, Maria Cristina Castiglioni Roque; do secretário do Meio Ambiente, Valdecir Marcolino, além do prefeito de Ribeirão Bonito, Antonio Carlos Caregaro; do vice-prefeito Reginaldo Rodrigues da Silva; do chefe de gabinete João Victor Borges; e do vice-presidente da Abraleite, Roberto Jank.

Por Fernanda Domiciano
Assessoria de Imprensa – APTA
fdomiciano@sp.gov.br
gsalmeida@sp.gov.br

Notícias por Ano