11.09.2017 a 15.09.2017 - Curso Teórico-Prático em Sanidade Apícola e Principais Aspectos dos Processos Produtivos em Apicultura
De Segunda-feira 11 Setembro 2017 -  07:00
Até Sexta-feira 15 Setembro 2017 - 17:00
Visualizações : 286

Resumo: A proposta visa atender demanda do MAPA de treinamento nesta área técnica, em virtude da escassez de profissionais trabalhando nesta área em território nacional, em especial médicos veterinários que atuam no serviço oficial de defesa agropecuária ou aqueles vinculados a laboratórios oficiais de diagnóstico de doença animal. A atividade está atrelada ao projeto Centro Colaborador em Sanidade Apícola (SGP 874, NRP 3165). Trata-se de um treinamento teórico-prático para investigações em campo de eventuais anormalidades sanitárias, coleta e transporte de amostras e técnicas utilizadas para identificação de patógenos que acometem as abelhas, além da abordagem de principais princípios envolvidos nos processo produtivos, natureza e cuidados na obtenção de produtos da colmeia, abordando ainda morfologia e fisiologia de Apis mellifera. Quanto à produção de rainhas aborda-se o emprego de técnicas atualizadas em produção de abelhas rainhas africanizadas (Apis mellifera), onde o know how desenvolvido e aprimorado dentro da Instituição é repassado aos apicultores. A criação de rainhas é um dos importantes passos na transformação da apicultura tradicional em outra mais competitiva e lucrativa. A renovação metódica de rainhas de boa procedência, utilizada como técnica, com fim econômico, de forma racional, séria e sistemática é de fundamental importância para o aumento da produtividade. No Brasil, a despeito da tradição e da extensão de sua apicultura esta especialidade não é muito desenvolvida. O clima tropical e a facilidade de renovação natural a partir de colônias ferais, obtidas diretamente da natureza, são frequentemente apontados como justificativas pelos produtores que assumem como secundária a adoção de tal tecnologia.

Realização: Polo Regional Vale do Paraiba

Coordenador: Erica Weinstein Teixeira - Pesquisadora Cientifica- APTA/SAA Maria Luisa Teles Marques Florencio Alves - Pesquisadora Cientifica- APTA/SAA

Público Alvo: Profissionais do Sistema Veterinário Oficial.

Número de vagas: 03 vagas

Informações:nitc-vp@apta.sp.gov.br tel 12. 3642-1823

Espera-se formação de recursos humanos nessa área da ciência, tão incipiente no país, porém de extrema importância (atualmente apenas a APTA tem condições de oferecer tal treinamento em virtude do conhecimento técnico-científico que detém além de infra-estrutura existente). As tecnologias de produção utilizadas e repassadas pela área de pesquisa em apicultura do Pólo Regional do Vale do Paraíba são instrumentos de uma política de desenvolvimento da apicultura através da elevação do nível tecnológico dos produtores. Os profissionais do SVO terão a visão de que setor produtivo será beneficiado pela adoção generalizada de técnicas criatórias, como padronização dos equipamentos, uso de cera alveolada, uso de tela excluidora, renovação de quadros, alimentação estimulante, dentre outras, trará como beneficio imediato maior produtividade apícola (mel, pólen, própolis, etc) com retorno econômico e elevação da produtividade agrícola, em razão de maior taxa de polinização, pelo aumento da população de abelhas da região. Devem ser destacados ainda os benefícios sociais, pois o aumento de produtividade refletirá positivamente na rentabilidade dos apiários, atrairá novos interessados para a área, implicará em maior demanda de insumos e ampliando a oferta de empregos. Além de promover a revitalização de pequenas propriedades que não possuem características que se adequem a outro tipo de exploração, bem como a manutenção da biodiversidade.

Inscrições:e-mail: nitc-vp@apta.sp.gov.br tel 12. 3642-1823

Local: Polo Regional Vale do Paraiba – Apta Prof. Manoel Cesar Ribeiro, 1920 Pindamonhangaba

Programação:

De 11/09 a 18/09/2017 horário das 7:00 hs às 17:00 hs

Intervalo das 11:00hs às 13:00 hs

Sanidade Apícola no Brasil e no Mundo; - Importância da substituição de abelhas rainhas no manejo apícola; - Metodologia de produção de rainhas; - Apresentação do LASA, bem como seus protocolos analíticos, considerando o que for exequível para que o processo chegue a termo em uma semana; - Entender e acompanhar a prestação de serviço de alveolagem de cera (transformação de cera bruta em lâminas, no tamanho padrão para ninho Langstroth, com alvéolos de zangão ou operaria, conforme o produção da semana de estadia); - Treinamento em produção de abelhas rainhas pelo método de Doolittle que é totalmente prático e constitui-se de acompanhamento e execução de atividades na área de manejo apícola com foco em criação de rainhas

- para um melhor aproveitamento do treinamento, é aconselhável que tenha noções básicas sobre biologia da Apis melífera (no seu caso, leituras prévias são suficientes). - Noções do processo produtivo de mel, de pólen de geleia real e de própolis, bem como composição e beneficiamento; - Ações necessárias para inspecionar a saúde das colônias, colheita e transporte adequados das amostras oriundas de colmeias de abelhas Apis mellifera africanizadas, com demonstrações práticas para consolidação dos conhecimentos, de forma a possibilitar embasamento teórico e prático básicos;

- Acompanhar uma avaliação de comportamento higiênico em campo, bem como pesquisas em andamento;

- Noções de morfologia e fisiologia das abelhas Apis mellifera (morfologia interna e externa, incluindo sistema digestivo, respiratório, excretor, circulatório e reprodutivo.